Minerar Bitcoin com torradeiras é o jeito mais estúpido de usar a botnet Mirai

Sério que vocês querem competir com as mineradoras chinesas usando… torradeiras?

|
12 abril 2017, 2:53pm

A botnet conhecida como Mirai é um assustador espectro do que nos aguarda: ela pode ser usada por qualquer um para invadir milhares de aparelhos inseguros conectados à internet.

A rede já foi usada para lançar um ataque DDoS gigantesco que derrubou boa parte da internet no Ocidente em 2016 e, pelo visto, agora anda sendo usada de forma mais experimental. Nesta segunda-feira, pesquisadores da X-Force da IBM anunciaram que uma nova versão do vírus está se espalhando por aí com a nova e imbecil funcionalidade de minerar bitcoins via gadgets conectados como… torradeiras.

E por que isso seria imbecil? Ora, meus caros, minerar bitcoins é, em essência, uma corrida entre computadores do mundo todo que buscam resolver problemas complexos de matemática. Nos primórdios da moeda, desktops poderiam muito bem fazer isso, porém, ao longo dos anos, a mineração virou coisa de gente com dinheiro e equipamento específico. Muitos destes mineradores estão na China. Hoje, caso você não conte com vários chips projetados para mineração conhecidos como ASIC, é melhor desistir.

Por isso mesmo minerar com uma torradeira não deve dar em nada. Ao contar com milhares de torradeiras, talvez você consiga lucrar alguma coisa, mas não há prova disso ainda, de acordo com X-Force. É bem improvável, convenhamos, que uma caralhada de torradeiras supere os chips ASIC.

"Levando em conta o poder do Mirai de infectar milhares de máquinas por vez, porém, há a chance de mineradores trabalharem em conjunto como um único consórcio", escreveram os pesquisadores da X-Force. "Não determinamos tal capacidade ainda, mas acreditamos que se trata de uma possibilidade interessantíssima, ainda que preocupante."

Não foram poucas as tentativas de se minerar bitcoins na maciota (alguns ainda tentam), mas a prática meio que vêm morrendo por causa da dificuldade em fazê-lo com máquinas comuns. Hackers também tem direcionado seus esforços para outras moedas digitais mais recentes, como o Zcash, que pode render mais lucros por causa da rivalidade menor.

Tradução: Thiago "Índio" Silva